Os Maias

Os Maias

Pode navegar usando as setas e do teclado

Convite

“Os Maias”, Episódios da Vida Romântica de Eça de Queiroz vem à tela através de fotografia e vídeo, pela autoria de Ângela Mendes Ferreira.

O tributo à obra de Eça de Queiroz é um projecto multi-plataforma de divulgação da literatura portuguesa que envolve para além do lançamento da obra ilustrada, uma curta metragem interpretada pelos colaboradores da empresa dst s.a. e musicada pela criativa banda de David Santos, Noiserv. Com este projecto, pretende-se celebrar a literatura, a imagem e a música num palco recheado de instrumentos alternativos e inusitados.

27 de Maio, Sexta-feira, 21h30
THEATRO CIRCO – Sala Principal
- Curta-metragem “Os Maias” de Eça de Queiroz
- Concerto “Noiserv”

ENTRADA LIVRE
Solicite o seu bilhete no site oficial do Theatro Circo de Braga

Sinopse

“Os Maias”, Episódios da Vida Romântica de Eça de Queiroz vem à tela através de fotografia e vídeo, pela autoria de Ângela Mendes Ferreira.

Partindo do convite da empresa DST, no seguimento do seu apoio contínuo à promoção da leitura, o romance é um projecto multi-plataforma de divulgação da literatura portuguesa que envolve para além do lançamento da obra ilustrada, uma curta metragem interpretada pelos colaboradores da empresa e musicada pela criativa banda de David Santos, Noiserv. Com este projecto, pretende-se celebrar a literatura, a imagem e a música num palco recheado de instrumentos alternativos e inusitados.

A história de uma família portuguesa, em finais do século XIX, tornou-se uma das obras mais consagradas a nível mundial. Do punho de Eça de Queiroz, numa escrita realista que apontava todos os defeitos dos protagonistas, seguimos os Maias. O palácio do Ramalhete aqui representado pela Casa de Sezim em Guimarães e o Museu dos Biscainhos em Braga,  são alguns dos palcos da acção. Nestes lugares desfilam personagens-tipo de um tempo “queirosiano”: mulheres fatais, políticos corruptos, jovens utópicos que assumem um papel de mudança no futuro do país, para, no fim, nada terem feito.

 

Ficha artística e técnica da Curta-metragem:

Realização e Fotografia: Ângela Mendes Ferreira
Câmaras: Ângela Mendes Ferreira, Adriano Borges e João Loureiro
Edição: Ângela Mendes Ferreira, João Loureiro e Renata Sequeira
Design: João Loureiro
Actores: Adriano Borges, António Ribeiro Martins, Bianca Peixoto, Daniela Pires, David Pereira, Inês Núncio, Jacinto Oliveira, Ricardo Pinto, Ricardo Portela
Banda Sonora: Noiserv



Utilize o rato ou as setas do teclado para navegar no Booklet interactivo.

Booklet

Sobre a Autora

ÂNGELA MENDES FERREIRA
Porto, 1975

Investigadora Fundação para a Ciência e Tecnologia. Prepara Doutoramento em Fotografia e Estudos Artísticos na Universidade Federal do Rio de Janeiro em cooperação com a Universidade do Minho.

Mestrado em Multimédia e Novas Tecnologias, com especialização em Fotografia Digital, pela Utrecht School of Arts – Holanda, 2004.

 

Licenciatura em Direito pela Universidade do Minho em Braga, 1998.

Pós-graduação em Direcção Artística na Escola Superior Artística do Porto|ext. Guimarães, 2003

A sua obra tem sido inserida em várias exposições individuais e colectivas e publicou obras de Fotografia e Texto sobre a Índia portuguesa e sobre os retratos pintados dos indios Brasileiros. Está  representada no Museu da Imagem e do Som e no Museu de Arte contemporânea, Dragão do Mar no Brasil, Fotographic Museum of Amsterdam, Holanda e City Council de Vilnius na Lituânia.  Tem vindo a integrar de forma regular, desde 2004, as leituras críticas de portfólios nos Festivais de Fotografia de Arles, Tsalonikki e Budapeste.

Directora do Curso de Artes Visuais-Fotografia da Escola Superior Artística do Porto de 2004 a 2010 onde é também docente. Colaborou, entre 2002 e 2003, como Professora Visitante na Faculdade integrada de Grande Fortaleza- Brasil na qual foi docente nas áreas de Fotografia e Estética de Arte e Direcção Artística.

É responsável em co-autoria pela Direcção Artística dos Encontros da Imagem desde 2004, sendo assistente de comissariado e produtora da exposições integradas no Festival. Elabora textos para projectos culturais, para exposições de arte contemporânea tendo vindo a colaborar desde 2009, como comissária independente de jovens artistas no Photographic Centre Nykyaika / Backlight e o Tampere Art Factory na Finlândia.

……………………………………………………………………

Páginas pessoais:

www.angelamferreira.me
berlinde.livejournal.com

Exposição [Convite]

“Os Maias” Desentranhar Portugal que espera
Assente na ousada premissa de representação visual d´Os Maias, a mais perfeita obra de arte de Eça de Queiroz – o projecto traz à luz imagens, de forma dinâmica e pictoral, que cumprem a função de atribuir um novo sopro ao romance.
Os Maias, surgem aqui como trova e elogio à edificação de um romance, metáfora da situação lusitana de um Portugal à espera.

10 de Junho, Sexta-feira, 19h
Galeria SHOW ME
Rua D. Frei Caetano Brandão, 214 – BRAGA

Entrevista a Ângela Mendes Ferreira

RUM – Rádio Universitário do Minho